DIREITO

O Curso

Autorização: DECRETO PRESIDENCIAL DE 28/11/1995

Formação: RENOVAÇÃO DE RECONHECIMENTO: PORTARIA CEE/GP Nº 210, DE 8-6-2021, PUBL. NO DOE SEÇÃO I, P. 21, EM 9-6-2021.

Formação: Bacharelado

Duração: 10 semestres

Período: Diurno e noturno

Mensalidade: R$ 763,85 (Valores para 2021)

Campus: Campus II

Coordenação

Igor Terraz Pinto

coorddireito@fai.com.br

Currículo


Chefe do Departamento de Humanas

MariÂngela ConceiÇÃo Vicente Bergamini de Castro

humanas@fai.com.br

Currículo

Coordenadora Pedagógica

Simone Leite de Andrade

pedagogico@fai.com.br

Currículo

Pró-Reitor de Ensino

Delcio Cardim

proensino@fai.com.br

Currículo

Autorização de Funcionamento

Calendário

Infraestrutura

Laboratório de Informática (acesso à internet), Biblioteca com amplo acervo jurídico, Centro de Estudos, Pesquisas e Atividades Complementares (CEPAC), Núcleo de Prática Jurídica (NPJ), Núcleo de Cidadania e Ação Social (UniFAI Cidadã), CEJUSC-Centro Judiciário de Solução de Conflitos (Órgão do Poder Judiciário), além de parcerias com o NECRIM (Núcleo Especial Criminal), ESMP (Escola Superior do Ministério Público do Estado de São Paulo) e AASP (Associação dos Advogados do Estado de São Paulo).

Mercado de Trabalho

O bacharel em Direito poderá exercer a advocacia (após aprovação no exame de Ordem) ou optar pela carreira jurídica, através de concurso (Procurador, Defensor Público, Delegado de Polícia, Auditor, Promotor de Justiça, Juiz de Direito, entre outros). O mercado de trabalho é promissor, tanto na carreira pública como na iniciativa privada.

Objetivos

Através da infra-estrutura disponibilizada aos alunos, o curso visa dar a experiência prática necessária para o futuro exercício profissional, além de possibilitar um entrelaçamento entre o ensino, a pesquisa e a extensão.

Objetivos Específicos

Perfil Profissional

Proposta

O curso objetiva preparar o bacharel para o exercício da advocacia e o enfrentamento de concursos públicos, além de transmitir-lhe formação cultural e humanística. 

Público Alvo

Pessoas com habilidades na área das ciências humanas ou que já tenham uma formação humanística, interessados em participar de concursos públicos e exercer a advocacia, combatendo a desigualdade social.

Voltar ao TOPO