NOTÍCIAS

"Sempre serei grata à UniFAI e aos meus mestres pelos ensinamentos", diz ex-aluna de Direito, hoje oficial de Registro de Imóveis

Direito da UniFAI comemora 25 anos sendo marco na história de vida de ex-alunos

por Daniel Torres de Albuquerque - Colaborou: Prof. Esp. Luiz Antonio Mota




image

Atualmente oficial de Registro de Imóveis em Panorama, ex-aluna Suzana Camponez Portari Rodrigues alcançou sonho profissional após concluir o curso de Direito na UniFAI
Foto de Arquivo Pessoal

O curso de Direito do Centro Universitário de Adamantina (UniFAI) tem muito a comemorar em 2020. O Jubileu de Prata do curso é um marco não somente para a Instituição adamantinense, mas para a história de vida de muita gente.

Juízes, promotores, advogados e demais operadores do Direito de toda região e de outras localidades do país são gratos pelos ensinamentos recebidos nas salas de aula do curso de Direito da UniFAI.

É o caso de Suzana Camponez Portari Rodrigues, oficial de Registro de Imóveis e Anexos da Comarca de Panorama. Ela ingressou nas então Faculdades Adamantinenses Integradas (FAI), hoje UniFAI, em 2001 por transferência de outra faculdade, tendo concluído em 2003.

"O curso de Direito despertou em mim a vontade de buscar meu objetivo de vida profissional. Na época, não existiam os recursos tecnológicos hoje presentes, tais como cursos on-line, mídias digitais, livros a um clique. A FAI [hoje UniFAI] me ensinou a pesquisar e a estudar de forma disciplinada, ferramentas fundamentais para ter bom desempenho em provas e concursos", destacou.

A escolha pelo curso de Direito na UniFAI, segundo ela, deu-se em razão, a princípio, dos professores que ali lecionavam, tais como Prof. Dr. Sidnei Alzidio Pinto, o Prof. Dr. Roldão Simione, dentre outros mencionados por ela. "Após o ingresso na faculdade, concluí que foi a decisão mais acertada em razão da qualidade do ensino, acessibilidade aos professores. As denominadas à época 'Semanas Jurídicas' eram muito proveitosas e edificantes", constatou.

Antes mesmo de ingressar no curso de Direito, Suzana já trabalhava na área, atuando como escrevente de cartório extrajudicial. Porém, o curso ampliou os seus horizontes profissionais.

"Após a conclusão, fui aprovada no primeiro exame da Ordem [dos Advogados do Brasil, OAB] a que me submeti. Passei por um período de experiência na advocacia e, em seguida, alcancei a aprovação no concurso de provas e títulos para serventias extrajudiciais, na qual atuo até a presente data, completando, em novembro, 11 anos de profissão", revelou Suzana.

Este é mais um exemplo de vida transformada pelo Ensino Superior e pela qualidade do ensino oferecido pela UniFAI.

"Sou realizada pela minha escolha. Os desafios da atividade são muitos, especialmente com relação às atualizações legislativas e normativas que a regulam, porém, com disciplina, fé e amor, todos os obstáculos podem ser superados. Espero aposentar-me nesta escolha e sempre serei grata à UniFAI e aos meus mestres pelos ensinamentos e lições obtidas", completou Suzana Rodrigues.

O curso

Zelar pela harmonia e pela correção das relações entre os cidadãos, as empresas e o poder público é a função do bacharel em Direito.

Há duas carreiras distintas para o bacharel: pode atuar como advogado ou seguir a carreira jurídica. Como advogado, defende os interesses do cliente em diversos campos. Como juiz, resolve litígios entre indivíduos ou empresas.

O curso de Direito da UniFAI tem aulas presenciais no Câmpus II (avenida Francisco Bellusci, 1.000), com duração de dez semestres (cinco anos), no período noturno, e conta com laboratório de Informática, Biblioteca com amplo acervo jurídico, Núcleo de Prática Jurídica (NPJ/UniFAI), Centro de Pesquisa e Atividades Complementares (Cepac) e possui parcerias com o Centro Judiciário de Solução de Conflitos (Cejusc) – órgão do Poder Judiciário –, Núcleo Especial Criminal (Necrim), Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), Associação dos Advogados do Estado de São Paulo (AASP), Escola Superior do Ministério Público (ESMP) e a 59ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Adamantina.

Voltar ao TOPO