NOTÍCIAS

Medicina Veterinária inicia aula prática de Inseminação Artificial em Bovinos na UniFAI

Treinamento é realizado por estudantes do 8º termo

por Priscila Caldeira/ Colaborou: Prof.ª Dra. Sandra Helena Gabaldi Wolf




imageimageimageimageimageimage

Estudantes utilizam simulador de IA bovino adquirido em 2020
Foto de Arquivo Pessoal

Os estudantes do 8º termo do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário de Adamantina (UniFAI) iniciaram o treinamento de inseminação artificial na espécie bovina, seguindo os protocolos recomendados pelo Comitê de Ética para as aulas práticas com animais.

 

Em 2020, a instituição adquiriu um conjunto de oito manequins que simulam o aparelho reprodutivo de bovinos para o treinamento da prática de inseminação artificial (Método Shiva), seguindo a atualização da legislação em vigor para aulas com animais vivos.

 

“Antes dos alunos irem ao curral para praticar a inseminação artificial em animais vivos, passam por uma aula teórica, depois, pelos simuladores e por peças provenientes de abatedouros, e somente após estes, podem realizar a prática nas vacas pertencentes ao rebanho da UniFAI”, explica a Prof.ª Dra. Sandra Helena Gabaldi Wolf.

 

Ainda, adquirem a habilidade do manejo do botijão de nitrogênio líquido, descongelação do sêmen e montagem do aplicador. As aulas são ministradas pelos docentes Sandra e Vinícius Buffon Maion.

 

“A capacitação dos alunos nesta prática é de extrema importância, pois há grandes possibilidades de emprego, ou mesmo de forma autônoma em prestação de serviço, na área de reprodução animal, ligada à Biotecnologia da Inseminação Artificial em Tempo Fixo (IATF). A IATF está em franca expansão nas fazendas, tanto em gado de corte como em leite, por facilitar o manejo e garantir uma maior taxa de prenhez do rebanho, além de favorecer o melhoramento genético do rebanho”, detalha a professora.

 

Conforme a docente, há inúmeros egressos que atuam neste segmento nos estados de São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Goiás. “Onde houver pecuária, tem a IATF. O curso de Medicina Veterinária da UniFAI sempre teve a preocupação em treinar e alocar os seus egressos no mercado de trabalho”, finaliza.

 

 

Voltar ao TOPO