NOTÍCIAS

Odontologia da UniFAI conquista reconhecimento junto ao Conselho Estadual de Educação por mais 5 anos

Portaria foi publicada no Diário Oficial de 22 de julho

por Priscila Caldeira




image

Odontologia da UniFAI visa formar profissional clínico generalista, integrante de equipe odontológica multidisciplinar, responsável pelo diagnóstico e planejamento integral das necessidades do paciente
Foto de Coordenação Odontologia/UniFAI

O curso de bacharelado em Odontologia do Centro Universitário de Adamantina (UniFAI) obteve reconhecimento renovado por mais cinco anos pelo Conselho Estadual de Educação de São Paulo (CEE-SP). A portaria CEE-GP 283 foi publicada no Diário Oficial de 22 de julho. 

 

“O reconhecimento do curso de Odontologia neste presente ano aconteceu on-line. Um vídeo institucional, com todas as informações e infraestrutura, foi elaborado e oferecido à banca gestora”, afirma a coordenadora do curso de Odontologia, Prof.ª Dra. Lithiene Ribeiro Castilho Padula.

 

A docente aponta que os laboratórios de Anatomia, Fisiologia e Farmacologia estão equipados atualmente com ambientes interativos e simulação realística: “Com isso, a IES [Instituição de Ensino Superior] mostra uma renovação e utilização de metodologias ativas de aprendizagem mais atuais”. 

 

O curso oferece os Estágios Supervisionados das disciplinas realizados nas Clínicas Odontológicas da instituição, direcionados ao público da cidade de Adamantina e região. “Os estágios são supervisionados e acompanhados pelos próprios docentes. As atividades do estágio são avaliadas segundo os critérios estabelecidos pelo curso de acordo com as Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs) ”, explica a coordenadora. 

 

A Biblioteca Virtual – Minha Biblioteca, conta com 13.938 títulos distribuídos nas áreas de Ciências Exatas, Ciência da Saúde, Medicina, Sociais Aplicadas e Pedagógica, disponíveis para downloads de docentes e discentes. 

 

“A Comissão concluiu que o curso, de forma geral, tem alcançado seus objetivos, e sugere oficializar e formalizar as parcerias com a gestão municipal de saúde e demais parcerias de estágios; elaborar uma estratégia para implantação e acompanhamento dos egressos contínuo e oficializada pela IES”, finaliza a Profª Drª Lithiene. 

 

Voltar ao TOPO